Publicidade
Publicidade

21/06/2022 08:00h - Porto Velho - Sérgio Pires

Filhos de Bolsonaro gravam vídeos de apoio a Marcos Rogério

Opinião de Primeira por Sérgio Pires.

A Universidade Federal de Rondônia é uma importante referência no ensino superior de toda a região. Com seus 65 cursos de Graduação; 19 cursos de Mestrado e cinco de Doutorado; mais de 800 professores e quase 11 mil alunos, espalhados por oito campi no Estado, a Unir forma, todos os anos, grande número de profissionais para as mais diferentes áreas. A qualidade do ensino na Universidade rondoniense é considerada das melhores. O mesmo pode se dizer do seu curso de Medicina, que forma médicos de qualidade, desde que o curso foi implantado. Mas há, ainda, nesta área de grande importância, uma deficiência de longo tempo que, ao que parece, será muito difícil de ser superada em médio prazo, pelo menos. Trata-se do Hospital Universitário, que é vital não só para a formação de profissionais médicos como, ainda, seria de grande importância no contexto da saúde pública do nosso Estado. A questão, contudo, se reporta a custos. Uma fonte bem informada, que conhece o assunto, informou que a construção de um hospital universitário na Unir, com 250 leitos, custaria algo em torno de 350 milhões de reais. A manutenção mensal, com todas as especialidades, com todas as equipes necessárias e os serviços básicos de um hospital, não teria custo menor que 6 milhões de reais/mês, ou seja, 72 milhões por ano. No país inteiro, existem cerca de 30 hospitais universitários. Na região norte, apenas as Universidades do Amazonas e do Pará os têm. Rondônia e Acre estão ainda neste atraso de décadas, embora a Unir rondoniense, por exemplo, forme grande número de médicos todos os anos. Já houve vários movimentos para que o Hospital Universitário seja construído. O último, nesta semana passada, surgir da iniciativa da deputada federal e candidata ao Senado, Jaqueline Cassol. Num encontro com o vice-reitor da Universidade, Juliano Cedaro, a parlamentar prometeu conseguir recursos, através de emenda parlamentar, na ordem de 30 milhões de reais, para dar início à obra. Com o otimismo que caracteriza os políticos e, ainda mais em ano eleitoral, Jaqueline acredita que com estes recursos, somados a outros que viriam anualmente, em três anos a obra estaria concluída. Caso cada um dos oito deputados federais e dos três senadores do nosso Estado no Congresso conseguissem 30 milhões de reais, certamente em pouco tempo se conseguiria os 350 milhões necessários para a obra. Contudo, sem um esforço concentrado de toda a bancada e das lideranças políticas do Estado, em torno do projeto, ele pode ficar apenas no sonho. Os 30 milhões prometidos por Jaqueline seriam menos de 10 por cento de todo o custo da construção. E ainda se teria que conseguir grana na ordem de 72 milhões de reais/ano para a manutenção. Numa comparação simples, basta lembrar que o Hospital de Urgência e Emergência de Porto Velho, o Heuro, está projetado há mais de 30 anos. Só agora e, assim mesmo, através da iniciativa privada, é que está prestes a sair do papel. Ou seja, só com muita boa vontade e esforço concentrado se poderá tornar realidade o hospital da Unir. RONDÔNIA TEM QUASE 1 MILHÃO E 150 MIL ELEITORES. A MAIORIA É DE MULHERES, COMO OCORRE EM TODO O PAÍS Os candidatos que conquistarem os votos das mulheres, saem na frente no país inteiro. Segundo dados oficiais do TSE, elas já são 52 por cento do total do eleitorado, contra 48 por cento de homens. Embora haja apenas 33 por cento de mulheres candidatas, elas estão aumentando cada vez mais a participação nas disputas eleitorais. Já em relação aos eleitores jovens, o Brasil teve um aumento de 1 milhão e meio de eleitores. Passamos para quase 150 milhões de brasileiros, a partir dos 16 anos, aptos para votar. Desse total, quase 79 milhões e 300 mil são mulheres e 78 mil e 400 são homens. Em Rondônia, a tendência nacional também está consolidada. Segundo dados do final de abril passado, Rondônia tinha 1.149.084 pessoas aptas a votarem no pleito deste ano. Deste total, 580.655 são mulheres e 568.428 são homens. Por aqui, 51 por cento do eleitorado é feminino. Na faixa etária dos 24 aos 35 anos, está registrado a maior concentração de mulheres: mais de 143 mil, enquanto os homens, na mesma faixa, somam 10 mil a menos. Outro detalhe importante é sobre o eleitorado jovem, que cresceu muito no Brasil e em Rondônia. Por aqui, temos hoje, os jovens entre 16 anos (9.205); 17 anos (14.342) e entre 18 e 20 anos (77.740 eleitores), também terão importância significativa na eleição. Eles totalizam 101.287. Neste grupo de eleitores, metade é do sexo masculino e metade do feminino. A quem os quase 1 milhão e 150 mil votantes aptos a comparecerem às urnas em outubro (no primeiro e no segundo turnos), escolherão para governador nosso Estado até 2026? FILHOS DE BOLSONARO GRAVAM VÍDEOS DE APOIO AO SENADOR MARCOS ROGÉRIO, NA DISPUTA PELO GOVERNO O presidente Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou oficialmente, até porque tem afirmado que, nos Estados onde houver mais de um candidato a apoiá-lo, não se pronunciará. Só o fará no segundo turno. Mas os dois filhos do Presidente já gravaram vídeos em apoio ao nome do senador Marcos Rogério para a corrida ao Governo, em Rondônia. Tanto o senador Flávio quanto o deputado federal Eduardo Bolsonaro, gravaram vídeos de apoio a Marcos Rogério, que é do mesmo partido deles, o PL. Rogério, aliás, é o presidente regional do partido. Durante encontros políticos em diferentes eventos (como ocorreu no encontro do PSD, neste último sábado, em Cacoal, quando foi oficializada a candidatura de Expedito Júnior), os vídeos dos filhos do Presidente têm sido apresentados como trunfo político. De outro lado, o governador Marcos Rocha continua afirmando sua aliança de primeira hora com Bolsonaro e que tem certeza de que contará com o aval do Chefe da Nação para sua batalha pela reeleição. A eleição em Rondônia tem este aspecto complexo. Os dois principais candidatos (Rocha e Rogério), defendem o atual governo com unhas e dentes e querem usar este trunfo para convencer o eleitorado que continuarão firmes ao lado de Bolsonaro. Enquanto isso, os opositores à dupla bolsonarista rondoniense (Léo Moraes e Vinicius Miguel são os dois principais candidatos até agora), esperam a divisão do eleitorado entre os dois Marcos, para que possam ter chance de chegar ao segundo turno. NAS REDES SOCIAIS, BOLSONARO RELATA CONVERSA COM ROCHA SOBRE DIMINUIÇÃO DO ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS Enquanto isso, o governador Marcos Rocha anda percorrendo o Estado. Tem sido recebido com grande apoio em praticamente todas as localidades onde aparece. Recentemente, num evento evangélico em Ariquemes, Rocha foi ovacionado, quando chegou ao encontro e quando falou. Nas cidades do interior, em que tem percorrido, acompanhando as obras em andamento ou onde está levando projetos como o Tchau Poeira, o governador, candidatíssimo à reeleição, tem sido recebido com grande carinho pelas autoridades e a população. Os contatos com o presidente Bolsonaro também têm sido constantes. Na manhã desta segunda-feira, o Presidente da República usou o Instagram e redes sociais para relatar uma conversa que teve com Rocha, sobre a diminuição dos impostos. O Presidente destacou o total apoio do Governador de Rondônia à pauta de redução do ICMS para combustíveis, energia elétrica e comunicações, que será baixada para 17 por cento e a do percentual do gás (12 por cento), será mantido. A conversa com Marcos Rocha, aliás, serviu para uma publicação nas redes sociais do próprio Bolsonaro, em que o Presidente destaca as decisões do governador rondoniense, incluindo a promessa de que ele, Rocha, não pretende entrar na Justiça contra nenhuma decisão nesta área, como outros governador estão anunciando. PSD TEM ENCONTRO ESTADUAL COM PRESENÇA DE KASSAB E MARCOS ROGÉRIO, MAS NÃO CONFIRMA EXPEDITO JÚNIOR AO SENADO Os organizadores falam em 1.500 pessoas presentes. O presidente Expedito Netto comemorou o sucesso e anunciou relações de 35 candidatos ao Congresso, entre postulantes à Câmara Federal. O presidente nacional, Gilberto Kassab, agradeceu a recepção e reiterou “o quanto o diretório nacional sente-se orgulhoso de ver a organização e o engajamento do partido em Rondônia. É uma honra poder estar aqui e ver de perto o trabalho sensacional que o deputado federal Expedito Netto vem fazendo à frente do PSD em Rondônia. O tamanho dessa festa hoje mostra que estamos no caminho certo”, comemorou Kassab. O candidato ao governo, Marcos Rogério, esteve presente e fez um discurso bastante aplaudido. A surpresa foi o experiente e bom de voto Expedito Júnior não ter aproveitado o evento, como estava sendo esperado, para lançar seu nome para a disputa ao Senado. Este é o resumo do encontro estadual do PSD, realizado no último sábado, no Espaço Millenium, em Cacoal. O prefeito da cidade, Adailton Fúria, também é membro do partido e, certamente por isso, sua cidade foi escolhida para o grande encontro. O PSD, segundo seu presidente regional Expedito Netto é um dos três maiores partidos de Rondônia, com sete prefeitos e 50 vereadores eleitos. O partido, no Estado, vai apoiar o nome de Marcos Rogério para o Governo. Marcos Rogério, por sua vez, gostaria de apoiar Expedito, mas isso ainda não está definido. MESTRE EM EDUCAÇÃO DIZ QUE PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, OS JOVENS NÃO SÃO MAIS INTELIGENTES QUE SEUS PAIS Há que, ao menos, se pensar sobre o assunto. O Mestre em Educação, professor e psicólogo Marcos Meier, personagem conhecido no meio em que atua, disse, em recente entrevista que “pela primeira vez na História da Humanidade, os jovens não são mais inteligentes que seus pais. Desde os homens das cavernas e por todos os séculos, a geração mais nova tem sido mais capaz e mais inteligente que a geração anterior. Ou seja, agora, pela primeira vez, isso não ocorreu. A Humanidade estagnou na sua Inteligência. O mestre em Educação faz a pergunta e ele mesmo responde: “Por que isso está acontecendo? Porque os jovens estão excessivamente dependentes da tecnologia. Eles ficam apenas na posição passiva, só recebendo, só olhando, só rindo, mas não produzem, não criam, não transformam, não fazem, não fantasiam. Daí, tchau Inteligência”. Em resumo, sem esforço, ao receber tudo mastigado, sem necessidade de racionar e de buscar soluções para problemas, por receberem tudo mastigado, os jovens desta geração não têm qualquer necessidade de pensar em alternativas; em criar saídas; em se envolver profundamente nas causas, através do raciocínio e de saídas que exijam raciocínio lógico. Os leitores destas mal traçadas linhas concordam ou discordam do que falou Marcos Meier? PARCERIA COM O GOVERNO ADIANTA EM UM ANO PROJETO DE ASFALTAMENTO DE RUAS DA CAPITAL Em Porto Velho, a segunda-feira foi novamente de visita a obras, pelo prefeito Hildon Chaves, novamente acompanhado pelo governador Marcos Rocha. A dupla tem utilizado os inícios de semana para bater perna pela Capital, vendo pessoalmente como andam os trabalhos do programa Tchau Poeira e outros serviços que estão sendo feitos em parceria. Durante a visita, Hildon comentou que o apoio do Governo rondoniense significa um adiantamento de mais de um ano nos planos de asfaltamento da Capital. As obras, que estão sendo realizadas pelo próprio governo, já alcançaram mais de 20 quilômetros em infraestrutura, abrangendo diversas vias, como a Avenida Guaporé, que já está na reta final dos serviços. O Governo de Rondônia destinou mais de 230 milhões de reais em recursos para serviços de recapeamento e pavimentação em Porto Velho. No total, 38 bairros e mais cinco distritos estão sendo contemplados com estes investimentos. A primeira etapa das obras de recapeamento é executada pelo Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes - DER. PERGUNTINHA Qual sua opinião sobre a ameaça do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira contra a Petrobras, ao afirmar que “se a Petrobras quiser enfrentar o Brasil, ela que se prepare: o Brasil vai enfrentar a Petrobras” ?
Publicidade

Fonte: Sérgio Pires

Publicidade

Notícias relacionadas